Afastar o mau humor

CapaLivro Pág.Crianças17Agosto

O senhor gordo está de mau humor. Levanta-se a rezingar. Veste-se a rabujar. Veste o casaco enquanto resmunga palavrões. Sai de casa e bate com a porta.” A partir daqui, só se pode esperar que as coisas piorem. E é exactamente o que acontece.

O senhor gordo há-de passar o dia a dar pontapés a tudo o que encontra pelo caminho. Vítimas: um cão, uma menina, um polícia e até um carro de bombeiros. Todos desaparecem “por trás das casas” depois de se cruzarem com este grande mal-disposto. Mas até os mais mal-humorados, se receberem uma boa lição, farão por merecer uma nova oportunidade. O senhor gordo vai tê-la, esperemos que não a desperdice. Mas isso não fica garantido no final da história.

O Senhor Gordo de Mau Humor é um livro divertido e absurdo, como todas as crianças gostam. Mistura violência com justiça e castigo com redenção, terminando com final feliz. “No dia seguinte, é o casamento. O cãozinho pula em todas as direcções. A menina sorri, feliz. O polícia escreve no caderno de multas: ‘Casamento dos Infractores. Sou testemunha.’ Sopra no apito. Os bombeiros fardados formam a guarda de honra.” E o senhor gordo recupera o bom humor. O leitor também.

O Senhor Gordo de Mau Humor
Texto François-Xavier Nève
Tradução Joana Cabral
Ilustração Isabelle Charly
Edição Livros Horizonte
32 págs., 9,54€

(Texto divulgado na edição do Público de 17 de Agosto 2013, na página Crianças.)

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>