Primeiras palavras in english

Uma escolha nossa para a página Crianças da edição de ontem do Público. Porque o inglês é uma língua que se impôs no mundo e para que os miúdos não deixem de a conhecer e dominar.
(Não há aqui qualquer deslumbramento com os States, que prolifera entre uma espécie de elite lusa que se lamenta de não poder escrever e falar em inglês para e com, teoricamente, os seus pares.)
Primeiras Palavras (Português-Inglês)
Texto: Dawn Sirett
Ilustração: Rachell Parfitt e Victoria Palastanga
Fotografia: Dave King
Edição: Civilização
50 págs., 8,07 euros
Um dicionário colorido e bem-disposto para iniciar as crianças na aprendizagem do inglês. Desafios e elementos escondidos convidam a brincar com as palavras e a enriquecer o vocabulário do pequeno leitor, numa língua e noutra. Uma abelha apresenta-se logo na abertura e é preciso encontrá-la nas páginas seguintes, estimulando a observação. O autor dá algumas sugestões logo no início para se “tirar o máximo partido deste livro”, como pedir que a criança repita o nome dos objectos, “imitando a pronunciação inglesa” ou que o adulto a encoraje a descrever cada objecto que surge nas páginas. “De que cor é e que forma tem? Para que serve? Têm algum parecido em casa?” Very nice.

Cinderela
Texto: João Paulo Seara Cardoso
Ilustração: João Vaz de Carvalho
Edição: Porto Editora
72 págs., 9,99 euros
Uma versão subversiva emuito divertida da famosa história da Cinderela, do sapatinho (aqui não de cristal, mas de vidro) e do príncipe. O tom de arranque é este: “Era uma vez uma rapariga muito gira. Ruiva, com os dentes muito brancos, um sorriso franco e umas ricas perninhas. Mas era muito pobrezinha.” Outras personagens conhecidas dos contos infantis vão aparecer, todas elas recriadas com grande sentido de humor e criatividade. Só para dar um exemplo, o Lobo Mau surge disfarçado de GNR. As ilustrações de João Vaz de Carvalho combinam na perfeição com o registo do autor. No final, a fada-madrinha casa com o rei, no mesmo dia em que a princesa Cinderela casa com o príncipe António. “E têm imensos filhinhos, para descanso de todos.”
Helena Melo escolheu para destaque deste fim-de-semana (na mesma página Crianças) uma ida até à Fundação de Serralves, para dar as boas-vindas ao Outono.

Festa do Outono em Serralves

A Fundação de Serralves comemora pelo terceiro ano a chegada do Outono e a festa faz-se com música, oficinas, teatro, uma feira do livro infantil e outra de produtos biológicos. Entre as 10h e as 19h, em vários locais, decorrem oficinas em família para construção de animais de palha inspirados nos bichos do Parque, conhecer as cores e os aromas da Quinta, descobrir como vivem as vacas, as ovelhas ou as galinhas ou pintar em cavaletes ao ar livre. No prado, às 11h, concerto com os Toques do Caramulo, às 14h30, há baile com a companhia Teatro de Ferro, às 18h, actuam os Gaiteiros de Lisboa. Ao pôr do sol, a encerrar a Festa – visitada no ano passado por mais de 18 mil pessoas – a companhia Circolando apresenta Mansarda, um espectáculo de teatro e dança que tem por base as lembranças de casas com sabor a terra, dos campos e dos animais, do frio e da neve. Todo o programa em www.serralves.pt.
Porto Fundação de Serralves (R. Serralves, 999). Tel.: 226175124; hoje das 10h às 20h. Gratuito.

(A foto é da autoria de Pedro David)

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>