O primeiro dia de escola…

… é sempre um acontecimento. Neste livro, António Mota, Paulo Galindro (& Filhos) mostram-no bem.

O Primeiro Dia de Escola
Texto António Mota
Ilustração Paulo Galindro
Edição Gailivro
37 págs., 10,90 euros
O irmão de Inês consegue convencê-la de que na escola as refeições são servidas em pratos comestíveis. E de vários sabores. “Os pratos sabem a chouriço, a mortadela, a queijo frito, a arroz-doce, a gelatina de morango e a chocolate. Os que sabem a chocolate só se comem em dias especiais.” Esta é uma de várias “aldrabices” que o rapaz, de nome António, inventa para apoquentar a irmã, ansiosa por se estrear na escola no dia seguinte. Será o avô que a irá sossegar ao contar-lhe como viveu esse dia muitos anos antes. António Mota encontrou uma forma comovente de valorizar a escola como lugar não apenas de conhecimento, mas de sementes de amizade e futuro. Em várias gerações. As ilustrações de Paulo Gailindro (e dos seus filhos: Miguel, quatro anos, e João, dez) tornam o ambiente do livro ainda mais feliz. Porque é bom andar na escola.
A Minha Escola É Muito Louca!
Texto Yvonne Coppard
Tradução Maria Georgina Segurado
Edição Editorial Presença
184 págs., 7,90 euros
Os pais de Annie decidiram inscrevê-la num colégio interno. Isto porque acabaram de ganhar a lotaria e querem que a menina “receba uma educação a sério”. E é assim que entra no King Artur’s English Academy. No entanto, aquela escola não se revela tão “certinha” como os pais esperariam. Os alunos são filhos de estrelas de Hollywood e do mundo da música “pesada”, quase todos jovens excêntricos. O director é simpaticamente apelidado (pelos professores…) como “Lorde Lunático”. Mas a rapariga acabará por se adaptar, fazer novos amigos e ainda ajudar a desvendar alguns mistérios. O livro faz parte da colecção para adolescentes Tudo Sobre Nós e é aconselhado pela editora para leitores com mais de 11 anos. Divertido.

(Estas foram as nossas escolhas para a página Crianças da edição do Público de ontem, 17 de Setembro. Segue-se o destaque de Helena Melo.)

Careta, a Tartaruga Que Defende o Planeta!

Treze anos após a abertura e depois de mais de 15.670.000 visitantes, o Oceanário de Lisboa recebe pela primeira vez uma peça de teatro musical. Trata-se do espectáculo Careta, a Tartaruga Que Defende o Planeta!, que conta a aventura de duas tartarugas marinhas – a Careta e a Casquinha – que atravessam os oceanos. Juntas, vão fazer amigos e descobrir o valor da confiança e a importância de aprender sobre a diversidade da vida na Terra. Uma produção da Plano 6, responsável pelas peças infantis apresentadas nos últimos anos no Teatro Tivoli, da autoria de Ana Rangel e João Ascenso. A peça insere-se na programação da exposição temporária Tartarugas Marinhas – A Viagem. Maiores de 4.

Lisboa Oceanário (Parque das Nações). Tel.: 218917002 / 707780000; sáb., dom. e feriados às 16h. 3ª a 6ª às 10h15 e 11h30 (escolas). Bilhetes a 10 euros (descontos para grupos)

(A foto é da autoria de Teresa Aires.)

Um comentário a O primeiro dia de escola…

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>