O Principezinho em Sintra

O destaque que Helena Melo escolheu para a página Crianças do Público de hoje foi para uma encenação do clássico O Principezinho.

Um espectáculo ao ar livre, pelo Teatro Byfurcação, que tem como “trunfos cenográficos” os jardins e edifícios da Quinta da Regaleira e um avião Auster D-5/160 (com uma envergadura de nove metros), cedido pelo Museu do Ar. Com encenação de Paulo Campos dos Reis e música original de Bruno Béu, conta a história do pequeno príncipe e do aviador escrita por Antoine de Saint-Exupéry e publicada pela primeira vez em 1943. Maiores de 6. Mais informações em www.oprincipezinhonaregaleira.com.

Sintra Quinta da Regaleira (R. Barbosa du Bocage). Tel.: 219106650 

6ª, sáb. e dom. às 17h. Horário até final de Julho. Em Agosto há sessões também à 5ª e no dia 15. Em Setembro aos sáb. e dom. e nos dias 1, 2, 8 e 9. Em Outubro aos sáb. e dom. e dia 5. Bilhetes a 7 euros

O livro que sugerimos foi o que se segue.

Praia-mar
Ilustração Bernardo Carvalho
Edição Planeta Tangerina
48 págs., 13,90 euros

 

Não é o primeiro livro sem palavras do ilustrador Bernardo Carvalho, nem o primeiro sobre o mar. O anterior, Um Dia na Praia, foi lançado em 2008. Praia-mar, com um formato maior, “apenas” mostra com talento e inspiração as diferentes atitudes de quem está perto (ou dentro…) do mar. Acaba por ser também “um dia na praia”. Ora se vê um grupo divertido a mergulhar das rochas, ora um pescador tatuado que se aproxima com um balde na mão (irá “à amêijoa”?). Mas também uma mulher que contempla o horizonte, outra que lê, uma criança que colecciona conchas e estrelas-do-mar e um casal que faz o pino dentro de água. Os editores do Planeta Tangerina suspeitam de que os leitores perguntarão: “O que fazer com este livro?” E respondem-lhes: “A todos aconselhamos que se descalcem (porque a maré está a encher e não tarda…) e, já sentados na areia, inspirem longamente o ar marítimo. Em pouco tempo, estamos certos, a estranheza evaporar-se-á (ou talvez seja levada por uma onda) e a atmosfera da praia irá envolvê-los, deixando pouco espaço para dúvidas. Depois, lentamente, as ondas ganharão terreno.” Foi o que fizemos. E a água estava óptima. Venham daí.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>