Mia Couto não escreve para crianças

… mas pode ser lido por elas. “Não se escreve para crianças. Teremos, apenas, idade para viver em história. Encantados, como os personagens deste livrinho. Deste modo, estaremos aptos a ser beijados pelas palavras” — é o que se pode ler na contracapa de O Beijo da Palavrinha, ilustrado por Danuta Wojciechowska.

(Letra pequena online adora esta mistura de origens geográficas de autores que se reúnem à volta dos livros.)

É uma narrativa sobre o mar e de como a sua ausência na vida das pessoas as torna incompletas. Pelo menos assim pensava o Tio Jaime Litorânio. “Há coisas que se podem fazer pela metade, mas enfrentar o mar pede a nossa alma toda inteira. Era o que dizia Jaime. — Quem nunca viu o mar não sabe o que é chorar!”
Bonito. As ilustrações também.

Durante esta semana, as livrarias portuguesas puseram à venda mais um livro do escritor moçambicano, mas não foi este, foi Jesusalém.

(Provavelmente, também não escrito para adultos).

A partir de 12 de Julho, o autor andará pelo país a apresentar a nova obra.

Na Caminho, que detém os direitos de Mia Couto em Portugal, pode ficar a saber mais sobre o escritor das palavras estranhas, misturadas e mágicas. Venha.

3 comentários a Mia Couto não escreve para crianças

  1. Desde que começei a ler o Mia, por grande empréstimo de coração pelo lado da Tia Bela, que me honrou pela revelação dos Abensonhamentos, que nunca soube rotular essas coisas de idade na escrita do Mia Couto; Mia é para gente grande que gostava de ser nem que fosse por um dia, um parente pobre do Peter Pan; para gente infeliz que gostaria de se "preguiçar na sua felicidade"; para gente tola que gosta de sonhar, nem que seja só com uma palavra…Para crianças?… Gente adulta saberá a misteriosas linguagem dos sonhos das nossas crianças? Ou quando muito, da linguagem da "nossa" criança interior que ficou lá muito atrás? O Mia tem palavras que são momentos e sonhos particulares… por isso devo passar o tempo a confundir a sua, com uma "linguagem para crianças"…Esse "universo particular" do Mia, é um grande mistério…Leonardo B.Bizarrilwww.impressoesdigitais2.blogspot.com

    Responder
  2. Raquel, Há informação sobre Henriqueta, a Tartaruga de Darwin na mensagem de 4 de Fevereiro de 2009. Obrigada pela visita e pelas palavras simpáticas.AbraçoRita Pimenta

    Responder
  3. Olá Rita,…depois, vim para casa ver o blogue e gostei muito do que vi. Obrigada pela sugestão e pela companhia.Estou a ler um livro à Zoé que poderia estar neste blogue: Henriqueta a tartaruga de Darwin.Conheces?Um beijo de mãos dadas, claro, para ti.Raquel Monteiro

    Responder

Responder a Letra pequena Cancelar resposta

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>