Comer livros

O adulto que gosta de livros entenderá muito bem a vontade de os morder, mastigar, engolir, devorar (sim, sem maneiras). Mas, tratando-se de sugestões literárias para crianças, há que “disfarçar” um pouco esta voracidade primária…

A obra adorável que Letra pequena online traz aqui hoje fala de um rapaz incrível que, antes de gostar de ler livros, começou por se deliciar a comê-los. O Incrível Rapaz que Comia Livros, da editora Orfeu Negro (colecção Orfeu Mini), foi lançado em Portugal em 2008, mas só agora é que conseguimos transformá-lo em audiolivro (em rigor, videolivro). A obra venceu o prémio de Melhor Livro Infantil 2007, atribuído pelo Irish Book Awards.
Para quem nunca nos visitou fica o esclarecimento: de vez em quando, Letra pequena online convida os autores, os ilustradores, os editores ou os tradutores de livros ilustrados para darem voz à história que é contada no livro que assinam. Às vozes emprestadas junta uma banda sonora e a sequência de imagens da narrativa. O resultado pode ser escutado/ visto na galeria de Livros para Escutar (na coluna ali à direita).
Embora não substitua a leitura em papel, é uma outra forma de os miúdos e os adultos ficarem a conhecer livros de qualidade que vão chegando ao mercado editorial português.
Por vezes, quem nos empresta a voz são crianças ligadas aos intervenientes na produção. Assim, já gravámos as vozes de filhos de ilustradores, de editores e agora (neste livro) a da filha do tradutor da obra — Rui Lopes.
A doce e enérgica Leonor Lopes captou tão bem a essência do rapaz que comia livros que até “engoliu” algumas palavras. Riu-se em certas passagens e atrapalhou-se noutras. Podíamos ter repetido a gravação para “corrigir” esses momentos, mas o processo interessa-nos mais que o resultado. E foi muito divertido.

No estúdio do Público, o Alexandre Martins captou as vozes e a Sandra Oliveira fez a montagem sonora. A finalização multimédia foi connosco.

Ora escutem/vejam (comam!)


P.S. – Hoje é Dia Mundial da Criança. Aqui, todos os dias são da criança, mas também do livro, do escritor, do ilustrador, do tradutor, do editor, do revisor, do livreiro, do bibliotecário, do professor e, sobretudo, do leitor.

5 comentários a Comer livros

  1. Há que matar a fome.Divulguei o seu espaço e concretamente este “Livro para Escutar” no meu “quarto que sente”. Espero que não leve a mal a ousadia. Continuação de excelente trabalho para si.

    Responder
  2. Oi, Rita!Adoro estar na blogosfera!!! Permite encontros maravilhosos…Estou encantada com a proposta do Letra Pequena!Me deliciei com as obras que disponibilizas aqui!!!Sou professora de língua e literatura… atuo com turmas do curso normal – formação de professores para os anos iniciais – e vou levar até as meninas esta proposta!!!Abraços!

    Responder

Responder a reimão Cancelar resposta

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>