Só para concluir


Para concluir esta série de títulos sobre educação sexual, Letra pequena online deixa aqui mais quatro livros: De Onde Vêm os Bebés (Verbo Editora); Ser Rapaz É Fixe! e Sou Rapariga e Adoro! (Impala Editora); Vamos Falar de Sexo (Terramar).

Esta (De Onde Vêm os Bebés) é uma publicação despretensiosa, mas rigorosa e destina-se a idades baixas, já que responde a perguntas elementares.

O texto e as ilustrações são de Doris Rübel e a tradução de Mercedes Silveira.

(A Verbo ajudou muitos de nós a crescer e a compreender o mundo, numa altura em que o mercado editorial português era muito fraco. E não se está a falar apenas do corpo e da sexualidade, mas de muitas áreas do conhecimento, como ciência, língua portuguesa, história, geografia e outros sectores fundamentais do saber. Por isso, muito obrigada.)

Ser rapaz ou rapariga condiciona muito do que nos irá acontecer ao longo da vida. Aprender a conhecer cada um dos géneros é o que estes livros da Impala facultam. Não apenas na dimensão da sexualidade, mas de toda uma série de comportamentos associados ao crescimento. Onde se incluem as discussões (mais ou menos bravas…) com os adultos.

O livro sobre as raparigas é assinado por Áurea Ataíde e o dos rapazes por Pedro Pires (ambos psiquiatras da infância e adolescência). As ilustrações são de Rui Ricardo.

Por último, traz-se aqui um livro da Terramar bastante completo sobre crescimento, corpos em mudança, sexo e saúde sexual. As ilustrações são muito realistas, pelo que há que ter em atenção a maturidade da criança a quem se der a onhecer a obra.
Aprovado pela Associação Britânica de Planeamento Familiar, Vamos Falar de Sexo foi escrito por Robie H. Harris, traduzido por Carlota Pracana e ilustrado por Michael Emberley.
Letra pequena online encerra aqui as sugestões de livros sobre educação sexual, que iniciou na sexta-feira, dia 20 de Fevereiro. Espera-se que tenha sido útil.

5 comentários a Só para concluir

  1. Uau!!!Achei o máximo o livro “De onde vêm os bebés”…a adquerir com toda a certeza, uma vez que lá por casa já se fazem estas perguntas.Beijo

    Responder
  2. subscrevo o mais que justo (e elegante) agradecimento à Verbo – a infância de muitos de nós teria sido muito mais pobre e triste sem os livros que a Verbo nos proporcionava…

    Responder

Responder a CSS Cancelar resposta

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>