Ao quarto livro, termina a “trilogia”
Trinta mil exemplares de Brisingr já lá vão, segundo a Gailivro. O terceiro livro da saga de Eragon (que devia encerrar a “trilogia”) foi lançado em Setembro e esgotou a tiragem inicial. Christopher Paolini, o jovem autor, disse, numa entrevista à agência espanhola EFE, esperar que o último livro da série esteja à venda daqui a dois anos. E garante que agora é para valer: a “trilogia” do rapaz e do dragão ficará completa. Mesmo.
Em Portugal, o primeiro título, Eragon, chegou a 60 mil leitores e o segundo, Eldest, a 50 mil. No total de países que os editam, a saga vendeu 12,5 milhões de exemplares dos dois livros.
Mais pormenores nas páginas iniciais da edição de amanhã (31 de Outubro de 2008) do suplemento Ípsilon do Público.

Um comentário a

  1. Ainda recordo quando vi “Eragon” pousado na prateleira na livraria de onde o trouxe. Achei a capa interessante, um dragão azul, li umas páginas, fez-me lembrar os dias que passei a ler Tolkien, a descoberta de um novo mundo, de novas criaturas, de novas raças. Resolvi comprar.Já havia lido o primeiro livro quando pesquisei sobre a trilogia da herança descobrindo que “Eldest” demoraria pelo menos 1 ano a sair editado em Português. Esperei com expectativa e quando o adquiri vi com prazer que havia mais gente a ler Paolini. Só me custa mesmo ter esperado tanto por “Brisingr” e ter de esperar mais 2 anos pelo encerramento da saga…

    Responder

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>