Parece que é, mas não é

Parece um livro, mas não é bem um livro. É mais parecido com uma agenda. Mas também não é exactamente aquilo que se espera da dita. Quando lhe chamam “livro-agenda”, o autor João Manuel Ribeiro e a ilustradora Anabela Dias não estão a mentir. Provavelmente, cada um está a falar por si.
Em Um Dois Três, Um Mês de Cada Vez, há um texto para Janeiro, outro para Fevereiro, mais um para Março, até que o ano fique completo. Só que pode ser este ano, o próximo ou mesmo o que já passou. O leitor/utilizador conta no entanto com espaço para tomar notas em cada um dos dias do mês, de qualquer ano. Alguém duvida de que, em 2010, Setembro virá depois de Agosto?

Ainda que possa apenas servir para os miúdos (ou os outros) anotarem datas de aniversário, este objecto é uma boa ideia. E apetece folhear, ler e observar. Como um livro.

2 comentários a

  1. boa noite,desculpem usar esta caixa de comentários para este efeito, mas como não há email, foi a solução. temos um blog (pertence a uma biblioteca escolar)e gostávamos de usar a vossa rubrica livros para escutar. Será possivel?Luis Germano luisgermanof@gmail.com

    Responder

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>