O pato que nos une (e nos separa)

De bucho cheio. Encher o bucho. A expressão só ganha o seu real significado (e peso) depois de uma visita à fábrica artesanal e restaurante Selectos de Castilla, na província espanhola de Palencia, onde o pato é aproveitado até à língua, literalmente – uma iguaria, aliás, muito usada na gastronomia chinesa. A prata da casa é o […]






Comida colombiana, cozinhada por um iraniano, em Berlim

Ontem almocei na esplanada – estava um calor incrível. Comi na Areperia (“comida latina”): uma arepa de abacate, uma empanada de queijo, e um patacón de feijão preto e queijo (tipo feta), tudo fritos mas com massas diferentes (a da arepa é de milho, do patacón de banana). Fui conversar com o cozinheiro para perguntar […]






Um vietnamita em Mitte

Há tantos restaurantes vietnamitas em Berlim que é difícil escolher um. Os vietnamitas são a maior comunidade asiática na Alemanha, algo que terá a ver com a ligação entre o regime comunista do país e a então República Democrática Alemã (RDA). Muitos destes restaurantes são “asiáticos” – vietnamita com sushi é um clássico em Berlim […]