O Pico sem chapéu e as mulheres de Ribeira do Nabo

Há um letreiro a avisar: “Cuidado com o cão”. Conseguimos vê-lo, preto, gordo, solta uns latidos possantes. Mas são os dois gatos imóveis em frente a uma porta que mais nos intimidam. Um é preto, outro malhado. Não se mexem, repetimos, mas têm um olhar ameaçador. Contrastam com a vaca charolesa de olhos doces que […]