Parti um dente e afinal adoro Amã

Não gostei do Porto à primeira. De Amã também não. Odiei o hotel e isso não ajudou. Encurtei a estadia o mais que pude, mas não dava para fugir sem olhar para trás. Amã era a base, o hub, daqui para o Líbano, daqui para Israel e a Palestina, daqui para Istambul e depois casa. […]