De carroça no centro da Roménia

#pp_romeni_08

Visitar uma igreja medieval com um copo de schnaps na mão pode não ser a forma mais ortodoxa de fazer turismo, mas foi isso mesmo que aconteceu em Bazna, uma pequena localidade na Transilvânia, a cerca de 370 quilómetros de Bucareste.

Esta é uma zona de planície e, descontadas as montanhas, no ponto mais remoto que o nosso olhar alcança, podemos encontrar alguns paralelismos com o Alentejo. Aqui também se vive da agricultura e, sim, vêem-se agricultores a conduzir carroças puxadas por cavalos. Sim, há muitos cães pela rua, mas muito menos do que há uns anos. (Já agora, os ciganos representam apenas dois por cento da população – os húngaros são cinco por cento, os muçulmanos serão à volta de dois por cento). Nas soleiras das casas, algumas com 200 ou 300 anos, velhas de chapéu de palha ou lenço na cabeça.

O caminho desde o centro de Brazna até à aldeia de Boian faz-se de carroça, cortesia do hotel. À nossa espera, Regina Weber, guardiã da igreja que vamos visitar e a derradeira originária da saxónia a viver na aldeia. O pai morreu durante a II Guerra Mundial, muitos originários da Saxónia perderam as terras no pós-guerra. Outros foram deportados para a Rússia.

Daí o ar triste desta mulher. A impossibilidade de uma conversa directa, apesar de tudo, não impede a comunicação. A igreja data de 1402, pouco depois da criação desta aldeia, nos idos 1309. É uma Roménia longe do bulício de Bucareste. Certamente mais próxima dos que, a partir do Ocidente, insistem em olhar para a Roménia como um país pobre. Galinhas, muito verde e crianças a brincar nas ruas. Bine ati venit ao centro da Roménia

__
Natá­lia Faria (texto) e Paulo Pimenta (fotos) via­jam na Romé­nia a con­vite da TAP,  Hotel Marshall Gar­den e Kar­pa­ten Tourism

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>