Bergen, entre montanhas e fiordes

 As aulas começaram há dias e as ruas de Bergen, cidade universitária, enchem-se de bandos de estudantes ruidosos e vestidos com roupas excêntricas e coloridas – uns todos de verde e com laços brancos ao pescoço, outros de boxers e bóias cor-de-rosa vivo à cintura, outros ainda de fatos às riscas e bolas de prisioneiros nos pés. E tudo isto enquando a chuva vai caindo…

Dizem-nos as nossas leituras de viagem que nada enerva mais os habitantes da cidade do que lhes falar da chuva.

Por mim, encontro abrigo numa das bancas do animado mercado de peixe e marisco e compro camarões apanhados durante a noite e cozidos a bordo (segundo me diz a vendedora, uma espanhola da Catalunha), uma pernas de sapateira e alguns lagostins.

Tudo muito fresco e a saber a mar, para consumir no local e com uma cerveja a acompanhar.  E depois de um passeio pela zona antiga de Bergen, Património Mundial da Humanidade, com casas em madeira construídas no século XVII, termino o dia com o prato mais famoso da cidade: uma reconfortante sopa de peixe, um caldo branco, quente e ligeiramente picante.

(fotos de Tiago Sousa)

Um comentário a Bergen, entre montanhas e fiordes

Responder a Maria Ludovina Cancelar resposta

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>