Açores – chegar ou partir em viagem?


Só há uma maneira de chegar às ilhas dos Açores – por avião. Uma vez na região, o caso muda de figura, pois de Maio a Outubro é possível circular entre as nove ilhas do arquipélago nos navios da Atlânticoline. Dito assim, parece uma sugestão praticamente irrecusável para os apreciadores de viagens menos convencionais. Mas, confessa quem já o experimentou, uma viagem de S. Miguel para o Pico pode ser uma experiência pouco exaltante, pois há que ter em conta as escalas por outras ilhas num percurso que leva 16 horas a cumprir…

Se, ainda assim, o desejo de uma abordagem diferente das” ilhas desconhecidas” de que falou o escritor Raul Brandão se impuser de forma peremptória, só há que seguir em frente. Muitos dizem que nada iguala o prazer do percurso, mas a partida de um porto ou a chegada a outro comporta sensações e emoções nem sempre fáceis de expressar. Uma pequena ajuda para o exercício: a avenida marginal de Ponta Delgada vista do convés da “Sagres”, que esteve por estas paragens nos primeiros dias de Agosto.


[Carlos Pessoa, nos Açores]

 

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>