Não me chateiem que eu agora estou na lua

Esta é a viagem de todas as superações. Primeiro desafiámos as previsões e carregámos pequenos aligátores nos braços; depois entregámo-nos às descargas de adrenalina e entrámos em simuladores que nos fizeram ver o mundo ao contrário sem praticamente sairmos do sítio; hoje, por fim, saciámos o sonho que vínhamos alimentando aos poucos desde crianças e tocámos na lua.

Não prestamos a mínima atenção à viagem de uma hora que nos trouxe de Orlando até aqui, mas assim que avistamos as placas que anunciam a chegada a Cape Canaveral temos direito a um calafriozinho. A coisa resume-se bem: estar aqui, onde os Estados Unidos foram escrevendo páginas da sua história espacial, é especial.

Entrar no Kennedy Space Center (KSC) é entrar na máquina do tempo – do passado e do futuro. Se tivéssemos vindo um mês mais tarde, talvez pudéssemos fazer parte do milhão de pessoas que, estima-se, aqui à volta se juntarão para assistir ao lançamento do vaivém Atlantis, marcado para 8 de Julho, às 11h40.

Já que viemos hoje, resta-nos entrar num dos vários autocarros que cruzam o KSC e cumprir a visita autorizada. Paramos três vezes ao longo do percurso, mas ficamos mais empolgados quando podemos avistar o complexo 39. Vemo-lo lá ao fundo, a uma distância mais do que considerável, mas sabemos que foi daqui que partiram os vaivéns e satélites que fizeram história e, por agora, isso basta-nos. Tudo à nossa volta é sol e mar.

É no Apollo Center, contudo, que temos a maior surpresa. Não esperávamos que se acendessem as luzes desta maneira e que entrássemos em “countdown” para o lançamento do Apollo 8. Sabemos que não é real, mas durante aqueles três minutos sentimos que fazemos parte da família da NASA e que aquele também é o nosso momento.

E agora chegou outro momento, o de tocarmos num pedacinho de rocha lunar. A primeira coisa que nos vem à cabeça é isto: não me chateiem que eu agora estou na lua.

[Sandra Silva Costa e Nuno Ferreira Santos (fotos) na Florida, EUA]

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>