Etch-A-Sketch


Seguramente não era esta “mensagem” que Mitt Romney queria estar a discutir hoje, no rescaldo da vitória no Illinois. Segundo o principal conselheiro político da campanha, o ex-governador terá tempo suficiente para “reformular” as suas posições e pintar um novo retrato para si próprio e a sua candidatura antes do embate com Barack Obama — apagar o que está e desenhar uma coisa nova, como as crianças fazem quando brincam com um Etch-a-Sketch. “Começar tudo do princípio”, resumiu Eric Fehrnstrom.

Na realidade, é o que fazem todos os candidatos quando transitam da fase das primárias para a campanha presidencial: no primeiro caso, os concorrentes falam num código cifrado para as facções mais ortodoxas do seu movimento político; no segundo, precisam de demonstrar abertura e moderação suficiente para cativar o eleitorado que não baseia a sua escolha exclusivamente por critérios partidários ou puramente idológicos (os pragmáticos independentes).

Mas nesta fase da campanha, em que Romney ainda luta contra a ideia pré-concebida de que é um falso conservador, um candidato construído com base em receitas de focus-groups, um flip-flopper em vez de um homem de ideias e convicções profundas, a mensagem de reconstrução veiculada por Eric Fehrnstrom só vem confirmar/reforçar a desconfiança que o seu candidato já merece de uma parcela significativa do eleitorado conservador.

Rick Santorum, obviamente, não perdeu tempo para explorar a gaffe. Os Democratas também não. E as pessoas que adoram fazer piadas no Twitter só podem estar a agradecer mais este brinde.

Rita Siza

Esta entrada foi publicada em Sem categoria com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/eleicoeseua2012/2012/03/21/etch-a-sketch/" title="Endereço para Etch-A-Sketch" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>