A campanha mais negativa de sempre?

A pergunta tornou-se especialmente pertinente depois da etapa da Florida, onde 92% dos anúncios dos candidatos republicanos foram negativos.

Do total de anúncios, 68% foram ataques contra Newt Gingrich e 23% foram ataques contra Mitt Romney. Pela positiva, 9% dos anúncios foram pró-Gingrich e 0,1% foram pró-Romney.

Todos os estrategas e directores de campanhas políticas sabem que os anúncios negativos são mais eficazes do que os positivos — como confirma a avassaladora vitória de Mitt Romney na primária da Florida. A questão agora (perante a intenção de todos os candidatos em prolongar a corrida o mais possível) é saber se a tendência negativa se vai manter — e quanto vai custar.

Rita Siza

Esta entrada foi publicada em Sem categoria com os tópicos , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/eleicoeseua2012/2012/02/01/a-campanha-mais-negativa-de-sempre/" title="Endereço para A campanha mais negativa de sempre?" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>