Porto de Partida

Não há cidade como o Porto. Precisamente por isso, por saber que não há nenhuma que se lhe pareça, hei-de desejar sempre percorrer todas as outras: europeias, africanas, asiáticas, americanas. Mas só à luz do Porto chego a sentir plenamente as cidades que exploro. E em cada uma delas escuto, numa língua e outra, que a parte de mim que por lá caminha não deixará nunca de regressar.






Cumplicidades no éden da Dona Beija

Nunca pensei como será o paraíso. Se quente. Se refrescante. Se mudava de temperatura mediante a altura do ano. Desconheço se tem as “virtudes” terrenas a que estamos habituados. Há uma poça conhecida por ser “do Paraíso”. Tem outros nomes, como Poça da Juventude, mas ficou imortalizada precisamente com Dona Beija. Sim, por causa da novela […]