António Borges, “O” Jardim

Imprescindível para quem ama a natureza. Um parque público construído ao melhor estilo dos jardins românticos do século XIX. O negociante que lhe deu o nome teve a feliz visão de plantar na sua propriedade várias centenas de espécies exóticas. Transformou-a num verdadeiro jardim botânico, que posteriormente a cidade agradeceu. Para toda a eternidade… Este […]






Apetites Proibidos

Antes de partir, prometera não engordar mais de dois quilos nesta passagem por S. Miguel. Para garantir que a aposta seria ganha, acrescentei um indelével “por dia”. A verdade é que uma e outra meta podem ser complicadas de cumprir. Confesso-me sensível a iguarias e os açores têm muitas com que entreter sensíveis palatos, como […]






A ilusão de Vhils

É lisboeta e a sua obra já chegou ao Mundo. Um artista urbano que começou a pintar aos 11 anos, formou-se em Londres e antes dos 30 já tem obra um pouco por todo o planeta. Vhils diz-te algo? Se não for o caso, apressa-te a corrigir essa falha. Segundo o próprio, tem raízes no […]






Tu “matas-nos”, Encontrada!!

Vagueia de um lado para o outro, com atração pelo abismo. Está completamente perdida. Confusa. Com medo da própria sombra. Sobressalta-nos a alma com as suas súbitas mudanças de direção, inevitavelmente de encontro a um carro. Ou transporte ainda mais pesado. Tentamos chama-la, em vão. Tem medo. Está molhada e treme. Procuramos cerca-la para a […]






Olá, Ponta Delgada

Não sou dos que têm sorte, saboreando lugar de janela. Com efeito, a minha fila, e apenas do meu lado, é a única que não tem ligação ao mundo exterior. E como custa ouvir comentários de inocente entusiasmo quando S. Miguel se exibe à nossa direita… A ilha não partilha da nossa excitação pela chegada […]






Warm Up em Lisboa

“É só para dizer que não se preocupem com o lanche, pois fiz umas ‘sandochas’ para levar”, diz-me o Rui, justificando o breve telefonema. O aviso chega ao Cristóvão e ao Pedro com a mesma celeridade. Estou a terminar de fazer a mochila e a um par de horas do comboio rápido para Lisboa. Pedro […]






Finalmente, AÇORES!!

E eis que percebo que ainda nem desfiz a mochila por completo quando já a estou a rechear novamente. Depois da experiência Bornfreee na China e Birmânia, ainda dei um pulinho de uma semana à República Checa, embora em trabalho. Um par de semanas depois, prontíssimo para uma das experiências mais desejadas de sempre: AÇORES. […]