Moldávia: o maior ‘cofre’ mundial de vinho

Quando pensamos em vinho, na sua qualidade ou capacidade/potencial de exportação de um determinado país, dificilmente a Moldávia nos vem à mente. Mas devia… As caves subterrâneas francesas da Champagne, Borgonha e Bordeaux serão as mais tradicionais e visitadas do mundo, mas ficam-se por uns ‘meros’ 20 quilómetros. Longe de desdenhar estas verdadeiras minas do […]






Chisinau: a interessante velha soviética

A capital e maior cidade da Moldávia não será dos destinos de turismo mais desejados, seu sei, mas o facto do país ter uma natureza que chega a ser deslumbrante aliado à  arquitetura estalinista (não falo dos enfadonhos blocos de betão) tornam-na um lugar obrigatório nestas latitudes. Merece ser vista, com atenção, pois os seus encantos […]






Rumo à Moldávia

Comboio é o meu transporte favorito, mas este para Chisinau sai apenas uma vez por dia. E é a meio da noite. Sem qualquer sentido. Incompreensivelmente, Iasi não faz parte das contas de países centrados em torno do umbigo das respetivas capitais: apenas Chisinau e Bucareste estão servidos a horas decentes. No terminal de ‘marshrutkas’ […]






Iasi, o diamante romeno

Iasi surge no meu roteiro como um plano B, um rasgo de última hora. Sai desta viagem como a grande surpresa da longa jornada. Que cidade! Que destino!! História e modernidade. Herança cultural. Pujança social. Monumentos. Gastronomia. Gente sorridente. VIDA! Não sei que mais pedir para uma experiência inesquecível neste Mundo. O destino coloca-me nas […]






Sighisoara, a Alma Medieval da Transilvânia

Sabem aqueles lugares do Mundo que nos maravilham e aos quais prometemos voltar? Pois bem, estou a cumprir o sonho iniciado em 2012: o retorno a Sighisoara. O centro histórico de ‘lugarejo’ torna-o quase invisível no mapa da Roménia, mas sobra-lhe dimensão no meu lado sensorial. Sighisoara encarna bem o que aprecio nas maravilhas medievais […]






Sibiu, a joia da Transilvânia

Sem dúvida, dos meus lugares favoritos na fantástica Roménia. Uma cidade de joviais 900 anos que tem tudo o que aprecio: gente hospitaleira, boa comida, arquitetura, lugares bonitos, história, natureza, cultura… A cidade ganhou dimensão internacional quando foi capital europeia da cultura em 2007, mas também porque, face aos seus inúmeros méritos, a revista Forbes […]






Constança, nem só de praia vive o Mar Negro

É o destino favorito de férias dos romenos amantes de praia, mas já foi dos prediletos da realeza Europeia, por volta do ano 1900. Entretanto, a nobreza perdeu estatuto no burgo fundado pelo imperador Constantino, O Grande – não apenas na sociedade, mas também na decadência dos edifícios seculares da cidade, nascida 600 anos antes […]