Port d’Alcúdia, muito prazer

Não estando minimamente preparado para o que ia encontrar em Palma de Maiorca, Port d’Alcúdia torna-se outra surpresa que me faz ter alguma dificuldade em controlar a ‘queda’ do queixo. Desde a idade do bronze que esta região é habitada, mas foram os romanos a mudar a sua face mesmo antes do profeta surgir e assim ‘criar’ o cristianismo.

Não é pela praia que esta baía me seduz, nem pelo animado porto que desenvolveu a cidade, mas sobretudo o recheio das muralhas edificadas em 1362, no qual a estrutura da cidade se mantém inalterada desde então.

O turismo que aqui começou a florescer nos anos 70, quando Palma de Maiorca entrou no mapa do Mundo das férias, Alcúdia encontrou a sua missão, deixando uma história de pobreza para se transformar em apreciado resort. Além das actividades de mar, proliferas em 14 quilómetros de praia, foram criados circuitos pedonais, trilhos de bicicleta e campos de golfe. A somar à inteligência de preservar a cidade velha, tornando-a pedonal. Na verdade, foi este o segredo.

Podemos caminhar pela muralha praticamente em todo o seu traçado,  de onde se avistam ruínas romanas, incluindo um teatro. Mas é no seu interior onde proliferam edifícios com vários séculos, diversos restaurantes de charme dão encanto especial a Port d’Alcúdia, tanto na cidade velha, como na zona do porto. Vários apenas estão abertos na época balnear. Entramos no Satyricon e é como entrar em palco numa peça de outros tempos. O espaço justifica, só por si, uma visita.

Anualmente, no início de julho, há um festival em que os locais se trajam de romanos e realizam um conjunto de actividades históricas. Uma semana em que esta gente se mascara em homenagem aos seus antepassados. Pode ser uma boa altura para voltar…

Rui Bar­bosa Batista relata no blo­gue Cor­rer Mundo a sua invulgar aven­tura por Palma de Maiorca, Roménia, Moldávia, Itália e São Marino. No site www.bornfreee.com pode ace­der a outros rela­tos e ima­gens sobre a viagem.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria com os tópicos , , , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/corrermundo/2016/05/16/port-dalcudia-muito-prazer/" title="Endereço para Port d’Alcúdia, muito prazer" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>