Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas

O edifício é imponente e sobressai na paisagem. São quase 10.000 m2 que, na sua essência, parecem “maior” do que a ilha. Uma verdadeira jóia cultural de fazer inveja a qualquer cidade. Estamos na Ribeira Brava e visitamos o recém-inaugurado Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas.

Este projeto de 13 milhões de euros vai bem mais além de um mero museu. Aqui temos de tudo. Pintura. Escultura. Vídeos. Projeções. Musica. Teatro. Dança. Artes visuais. Arquitetura. Inspiração que se estende até às misteriosas catacumbas.

Uma clara aposta no turismo cultural, que espero tenha a devida repercussão nos cerca de 30.000 habitantes da Ribeira Brava. Não poderia haver melhor motivo e exemplo para a sempre desejada descentralização, insular ou não.

Perdemo-nos no espaço e no tempo. Em Portugal, não vejo muitos projetos deste nível. Deambulamos de surpresa em surpresa. E percebemos que toda a atenção que lhe podemos dispensar é, ainda, pouca.

Das melhores surpresas de S. Miguel. Imperdoável passar-lhe ao lado. E já disse que a entrada é gratuita?

Rui Bar­bosa Batista relata no blo­gue Cor­rer Mundo a sua aven­tura pelos Aço­res. No site www.bornfreee.com  pode ace­der a outros rela­tos e ima­gens sobre a viagem.

Esta entrada foi publicada em Portugal com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/corrermundo/2015/06/11/arquipelago-centro-de-artes-contemporaneas/" title="Endereço para Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>