Bazar Khan El-Khalil

É aqui que o Egito se começa a entranhar no sangue. A abordagem ao turista continua a ser… “assertiva”, mas os sorrisos, de lado a lado, vão desarmando o outro. Será assim essa dança – cada vez mais cúmplice – em todos os mercados desta milenar cultura. A esperada “agressividade nas zonas mais turísticas (o medo das revoluções e do ISIS – a quem os egípcios tratam como lixo – afastou os estrangeiros do Egito cultural e tradicional, deixando-o só para nós), mas puro, cristalino nos bazares onde “estranhos” nada podem acrescentar ao negócio. É a tal “luz” que brota de todo o lado e  retratada de forma sublime pela Isabel Moura no desafio de escrita de viagem que lhe foi formulado.

Um amplo contentor é espaço pouco para carregar tudo o que apetece trazer do Egito. E aqui não incluo a alma enorme deste povo. Que sofre imenso com o abrupto e violento (despropositado, a meu ver), corte de turismo, excetuando as famosas zonas balneares que sofrem menos com a crise.

O inebriante odor das especiarias, as cores singulares e intensas de tudo o que nos rodeia, a história secular deste povo tatuada em inúmeros rostos, a luz terrena que acompanha os mercados quando a lua já vai alta, o caos humano, o  chamamento dos minaretes… E os tais sorrisos que completam uma tela sem igual. Não há sentido que não seja profundamente  estimulado. Afagado. Desafiado. Não, não apetece estar em qualquer outro lado do planeta…

__
Rui Bar­bosa Batista relata no blo­gue Cor­rer Mundo a sua via­gem pelo Egito
. No site www.bornfreee.com  pode ace­der a outros rela­tos e ima­gens sobre a viagem.

Esta entrada foi publicada em África com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/corrermundo/2014/11/19/bazar-khan-el-khalil/" title="Endereço para Bazar Khan El-Khalil" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>