Dormir num avião com camas mesmo a sério

jhumbo2

jumbo1

Quando os miúdos chegaram a Estocolmo eu tinha uma surpresa preparada para eles. Algo que já tinha visto em diversas revistas ou blogs e tinha guardado na minha lista de desejos. Esta foi então a oportunidade certa para conseguir realizar mais um item dessa lista. Íamos dormir num avião! Tinha reservado uma noite num dos quartos do Jumbo Stay. Tem o conceito de um hostel, com quartos individuais, duplos ou triplos mas também dormitórios com vários beliches. A grande maioria dos quartos tem casa de banho partilhada, ao fundo do corredor, onde se mantém a estética de uma habitual pequena casa de banho de avião mas agora com duche.

jmbo4jumbo6A grande diferença deste local está no facto das instalações serem um antigo avião Jumbo Boeing 747, agora estacionado muito perto do aeroporto de Arlanda e quase encostado à auto-estrada, aliás bem visível a todos os carros que passam. Está todo transformado por dentro para conseguir alojar jovens e menos jovens.

jombo11E essa foi uma das grandes surpresas que tive enquanto hóspede. Por aquele enorme corredor dos quartos – o corredor central do avião – vi passar casais, famílias, grupo de amigos e viajantes individuais de todas as idades e claro de várias nacionalidades.

Ao longo desse corredor tinha fotografias nas paredes de todo o trabalho de transformação que foi realizado, até chegar ao que é hoje. “O antes” e “o depois” do avião. E também reparei que isso era motivo de paragem e de interesse para muitas das pessoas que passavam. Assim como não deixei de reparar que todos os novos hóspedes que entravam traziam na cara um sorriso, como se estivessem realmente a viver uma experiência intensa e até desejada.

Senti que este não é apenas um local para dormir, é um local diferente, que normalmente não associamos a um sítio para pernoitar. Que se escolhe porque conta uma história, nos leva a imaginar todas as pessoas que por ali passaram, as viagens realizadas, os países visitados, as mais diversas histórias de vida, tendo assim a vantagem de nos proporcionar diversas sensações.

jumbo7

img_9308O passeio pela asa é uma delas. É incrível saber que estamos realmente em cima de uma asa de avião. A oportunidade de conseguirmos repetir a proeza deve ser pequena. E esta experiência está aberta, mediante um pagamento, às pessoas que não estando alojadas gostavam de poder viver esta emoção. Foi aqui que passámos algum tempo ao fim da tarde, com um sol quente como companhia, numa das mesas de madeira disponíveis antes de apanharmos o autocarro, grátis, para irmos jantar ao aeroporto. O avião serve apenas bebidas e refeições rápidas já preparadas, prontas a aquecer.

img_9376img_9338Ainda outros aspectos interessantes da estadia: havia uma tábua e ferro para uso comum e informações turísticas em papel e num computador à disposição no corredor. E todos os hóspedes tinham de se descalçar, deixando os seus sapatos à porta, como se de uma casa particular se tratasse. O chão é alcatifado, por isso o conforto não é colocado em causa.  As camas do pequeno quarto em que ficámos eram um beliche. E não dava para esquecer onde estávamos pelas janelas (algumas com cortina) e pela estrutura da inconfundível arrumação da bagagem de mão que foi mantida.

Claro que as dimensões e a estrutura do local não são as mais práticas ou confortáveis mas acho que vale pela experiência única e marcante. Os miúdos gostaram bastante e penso que dificilmente se irão esquecer. Antes de adormecer, o Francisco fez uma interessante observação: “era bom que todos os aviões tivessem estas camas mesmo a sério e quando acordássemos já estivéssemos noutro país”. É apenas uma ideia de uma criança de 11 anos!

jumbo10

De manhã tomámos o pequeno-almoço, simples mas agradável que começa a ser servido às 3h da manhã, na colorida parte da frente do avião.

E assim ficámos prontos para explorar a cidade de Estocolmo. Mas disso falarei mais tarde.

 

jumno0
___
Joana Batista cru­zou a Europa em carro de Por­tu­gal à Sué­cia, com pla­nos de seguir depois para novo des­tino. Conta aqui a expe­ri­ên­cia.

Pode acom­pa­nhar mais deta­lhes da via­gem no blo­gue viajaremfamilia.com

 

Esta entrada foi publicada em Suécia com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/corrermundo/2013/07/09/dormir-num-aviao-com-camas-mesmo-a-serio/" title="Endereço para Dormir num avião com camas mesmo a sério" rel="bookmark">endereço permamente.

Um comentário a Dormir num avião com camas mesmo a sério

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>