Indesejada despedida…

A extrema boa disposição do astro-rei apenas vai dificultar a partida. E de que maneira… Mais do que rendido a Corfu e às suas gentes. A Vasiliki e seus amigos. A arquiteturas que me preenchem. Mais do que nunca, não apetece regressar. Meter-me num avião é habitual prazer, hoje indesejada sarcástica em tortura. Sinto os […]






LOOONG NIGHT…

O longo almoço até ao pôr-do-sol deixou pouca margem para o jantar. Pelo menos a horas decentes. Por isso atacamos o “tsipouro”. Apenas uns residuais 45 por cento de álcool que nos despertam em dois tempos. Na verdade, não consigo ingerir essa corrosão alcoólica sem forrar novamente o estômago. Mesmo que este me garanta que […]






Just (another) Perfect Day…

A noite tinha terminado com pirilampos. Surpreendentemente, Corfu, a sua zona antiga, está pejada destas luminosas criaturas. Foram o melhor embalo para um sono sereno. Que contrastou com os primeiros minutos da manhã. O secador quase recuperou o telemóvel de Vasiliki. O aparelho já ligava, mas o zero estava aniquilado e o pin tinha esse […]






SAVE THE BEST FOR LAST…

Mergulhar no centro histórico de Corfu é experiência sublime. Abandono as águas turquesa que o embalam e invisto por cativantes ruelas, mascaradas de um envolvente misto de Veneza e… Nápoles. Perco-me entre paredes orgulhosamente descascadas, convidativas portas e janelas, criativos estendais desorganizados, gente genuína… Ambiente do mais acolhedor. Corfu deve muito do seu ser a […]






Rumo a Corfu…

  Finalmente, uma viagem suave, suave. Ou que tem tudo para isso. De Gjirokastra para Saranda, uns serpenteantes 50 quilómetros. Da costa para Corfu, já na Grécia, meia horinha de barco e 19 euros (o voo de Corfu para Bérgamo, em Itália, custou-me 12). O dia convida a excelente disposição e é com esse espírito […]






Gjirokastra

O ditador Ever Hoxha, que chegou ao poder após a ocupação italiana da Albânia, tentou fazer de Gjirokastra um importante centro social e cultural do país. A sua terra natal mereceu sempre especial atenção durante os 44 anos do seu imposto reinado (1941 a 1985). O seu bem preservado estilo otomano (ainda assim, a longa […]






O quase-abraço entre Patrimónios Mundiais

Em linha reta, Berat e Gjirokastra rivalizam a uns 100 quilómetros. O encorpado relevo montanhoso não as deixa abraçar, obrigando a trabalho redobrado dos viajantes, traduzido em 200. Em todo o tipo de estradas. Literalmente. A derradeira exploração de Berat não me deixa partir a hora própria. Quando, finalmente, estou pronto, percebo que tenho de […]