Efeitos da greve

Dormi bem no hotel seguinte. O gerente não lhe dá para rezar e dar à sineta antes das 8h30, o que para mim está mais que bom. Há uma tip box num canto da recepção, em cima da qual está um altar com uma estátua e flores, uma velinha e a sineta. Depois da reza, […]






Greve

Ontem o meu hotel encheu de locais. Às três da manhã até deu direito a luta. Estava tudo tão bêbado no jardim, tudo a gritar e a berrar. Acabei por me levantar e ir à recepção. Disse que podiam cobrar aquela minha noite no hotel àquele pessoal, que eu saía de manhã. Os cães começam […]






Augúrios e mais coisas inesperadas

O pequeno-almoço tem de ser substancial para conseguir subir a escadaria do Bom Jesus dos Macacos Budistas. Aproveito para o tomar com os franceses que partem hoje para a expedição deles à base do Evereste. Bem se fartam de dizer que dava imenso jeito um massagista na expedição e eu acredito. Mas a minha próxima […]






Os macacos e o mestre

A primeira vez que visitei o templo dos macacos era domingo e não havia macacos. Pensei que folgassem ao domingo. Na segunda vez, não havia macacos e, embora dia de semana, era dia de greve. Pensei que os macacos estavam sindicalizados. Depois de subir mais uma vez o raio das escadarias do templo (fazem dois […]






Lost in translation

Numa das três noites que passámos em Lhasa, ao voltar do jantar com os franceses, encontrei o grupo dos jovens que ia sair. Perguntaram se eu queria ir e eu disse que sim. O australiano vestia uma farpela da Disney em azul-bebé, de corpo inteiro e quando enfiado na cabeça tinha também a cabeça dum […]






Montanha russa tibetana

A viagem do Tibete consiste em paragem em vilas pelos 3600 aos 4000 metros de altitude e depois percorrer montanhas até atingir um pico de 5000 a 5248 metros. Enfim, uma espécie de montanha russa com checkpoints chineses. No primeiro “pass” acima dos 5000 metros, saí do autocarro para tirar uma foto ao Evereste como […]