Um mês depois – Vietname

Vietname. Após um mês de viagem com três dessas semanas passadas no sudoeste asiático, vejo-me agora como uma pessoa diferente do que era quando deixei o meu quarto confortável no centro de Coimbra.

Tinha tudo o que poderia querer, bons amigos, carro para ir para o emprego, algum dinheiro no bolso, um bom local para trabalhar e no fim sempre senti que faltava algo.

Nessa altura diria sempre que seria impossível para mim dormir numa cama com lençóis com nódoas, ou comer arroz com algumas formigas, atravessar um rio, ou até mesmo ter mais lama do que calças, à vista.

O sul do Laos passou rapidamente pelos meus olhos sem ter muito para falar. Talvez porque o partilhei com amigos que encontrei pelo caminho, tive tempo para chorar, rir, partilhar histórias e no fim ter alguns dos melhores momentos que alguma vez já tive.

Estou agora em Pleiku, Vietname. Tudo muda ao atravessar a fronteira, de um país pobre e humilde como o Laos, para um país onde se sente uma forte pressão de ocidentalizar um ambiente fortemente oriental. Nota-se desde o início uma forte rigidez por parte das pessoas, que contrasta com uma forte hospitalidade por parte de outros.

Amanhã irei deixar esta grande cidade, trocando-a pelas montanhas de Dalat. Sinto ainda o vazio deixado por Emily e Marleen, duas das viajantes que se cruzaram comigo durante 10 dias, e que rapidamente se tornaram grandes amigas que nunca irei esquecer.

Todos os dias aqui são como um eterno Sábado em que não temos que trabalhar, não temos compromissos, mas também nunca podemos considerar férias. É mais um Sábado em que fazemos amigos, para os deixarmos no dia seguinte. A única diferença é que com estes amigos, dificilmente os iremos encontrar no Sábado seguinte.

3 comentários a Um mês depois – Vietname

  1. Entrei agora no Vietname e bem sinto que estou num país europeu no sudoeste asiático. Neste momento estou a saborear uma deliciosa panqueca de banana e chocolate e a beber um chocolate quente que assumo ser perto de perfeito.

    Responder
  2. Fiz uma viagem pelo Vietnam e fiquei apaixonada. Voltava lá amanhã se pudesse. As vossas palavras fizeram-se reviver bons momentos que lá passei

    Responder

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>