PÚBLICO

O Inimigo Público

A noite eleitoral que podia ter acontecido

Contas marteladas

Passos Coelho envia para casa dos portugueses uma felicitação e uma factura do Novo Banco para pagar

877678

Os portugueses portaram-se muito bem nestas eleições e o primeiro-ministro vai agora retribuir toda a confiança depositada. “Vamos enviar um pin da bandeirinha para o eleitor usar na rua, um chapéu do Novo Banco e uma folhinha com a entidade e referência. Se o cidadão quiser pagar o Novo Banco por débito directo ganha um desconto de 10%. Sois lindos, meus meninos”, discursou Passos.

Passos Coelho e Paulo Portas cantaram o hino nacional mas se tivessem maioria absoluta cantavam o hino alemão

IMG_0075

Passos Coelho e Paulo Portas terminaram a noite eleitoral a cantar “A Portuguesa” mas tinham planeado, em caso de maioria absoluta, mandar os egrégios avós às urtigas e cantar, ufanos, “Einigkeit und Recht und Freiheit Für das deutsche Vaterland! Danach laßt uns alle streben Brüderlich mit Herz und Hand! Einigkeit und Recht und Freiheit Sind des Glückes Unterpfand; Blüh’ im Glanze dieses Glückes, Blühe, deutsches Vaterland”, cantando Paulo Portas os agudos e Passos Coelho os graves.