Celebrar o livro em Paraty ao som de Lenine

Isabel Coutinho, em Paraty Luis Fernando Verissimo, o mais calado dos escritores brasileiros abriu a Festa Literária Internacional de Paraty. Pôs a plateia a rir, antes de se falar de Drummond e de se ouvirem as palavras e sons de Lenine. “E quem é esse aqui? É bonitinho”, diz uma rapariga para um amigo que […]