“A literatura que me interessa está sempre na fronteira”

Em 2011, José Castello recebeu o Prémio Jabuti com Ribamar. O crítico literário brasileiro explica ao Ípsilon como o que ia ser um ensaio sobre a relação dos grandes escritores com os pais se transformou num romance “trans” sobre a maldita “luta sem vencedores entre pais e filhos”. Por Isabel Coutinho É profundo conhecedor da […]