Hoje pode ler no Ípsilon

Na capa Lisboa, cidade do futuro e da ficção Trienal de Arquitectura Esta cidade não é para arquitectos, é para todos Futuro Perfeito faz-nos pensar no que queremos para as nossas cidades: Blade Runner, Hong Kong ou uma favela? A Trienal de Arquitectura de Lisboa, que começou ontem e propõe uma exploração dos territórios alargados […]






Esta sexta-feira no caderno Ípsilon

Rentrée Música Há um turbo novo para alimentar este culto Afirmaram-se na última década como um dos fenómenos nacionais mais catárticos em palco, e assim geraram um efeito de pertença pouco comum por cá. Dia 30 lançam o novo Turbo Lento, que promete ser um dos fenómenos da rentrée. Eis os Linda Martini em discurso […]






Manga nasce em Lisboa

Interview Mari Yamazaki avec Olivier Falaix… por PFBMangas Ciberescritas Isabel.Coutinho@publico.pt Quando O Japão é um lugar estranho, de Peter Carey, foi publicado na colecção de literatura de viagem da Tinta-da-China não tive tempo para o ler. Mas regressei a ele esta semana para compreender melhor o mundo da BD japonesa. Este livro nasceu da vontade […]






Sexta-feira pode ler no Ípsilon

NA CAPA Sob a poeira do Texas Reportagem na pátria literária de Cormac McCarthy por Paulo Faria, o seu tradutor em Portugal e fotografias do fotógrafo nova-iorquino Peter Josyph Cormac McCarthy na feira dos monstros O Texas é uma feira de diversões, um lugar mágico e sem freio onde quase tudo se torna possível e […]






Hoje podem ler no caderno Ípsilon

NA CAPA Blur – Aqui e agora As intermitências dos Blur Após a romântica recaída do regresso aos palcos em 2009, os Blur têm tentado adiar o mais possível a decisão difícil de fazer ou não fazer um novo álbum. O prazo para a escolha entre viver do passado ou assumir um futuro parece estar […]






Amanhã podem ler no Ípsilon

  NA CAPA  Lawrence da Arábia, um herói para este tempo A travessia do deserto Ao longo dos últimos 50 anos, Lawrence da Arábia, ganhou estatuto de clássico – mais junto do público e dos cineastas do que da crítica, que nunca se rendeu verdadeiramente a David Lean. De novo nas salas portuguesas,  este épico […]






Hoje pode ler no Ípsilon

NA CAPA Quando vemos o que não queríamos ver O IndieLisboa está de olhos postos em Ulrich Seidl, que tem os olhos postos em nós: o desconforto do cinema do austríaco talvez seja uma experiência muito silênciosa e lúcida de nós próprios. Por Vasco Câmara Mali: revolução cultural contra a “guerra santa” Em tomboctu, Gao […]






“A literatura que me interessa está sempre na fronteira”

Em 2011, José Castello recebeu o Prémio Jabuti com Ribamar. O crítico literário brasileiro explica ao Ípsilon como o que ia ser um ensaio sobre a relação dos grandes escritores com os pais se transformou num romance “trans” sobre a maldita “luta sem vencedores entre pais e filhos”. Por Isabel Coutinho É profundo conhecedor da […]






Amanhã podem ler no Ípsilon

NA CAPA A Europa à procura da sua Primavera Em período de crise os indivíduos e as nações tendem a proteger os seus próprios interesses, a não ser que não tenham outra hipótese. Hoje, no labirinto em que se transformou a Europa, há cada vez mais vozes a proclamar que chegou a hora de repensar […]






Sexta-feira podem ler no Ípsilon

NA CAPA Miguel, Nuno, Beatriz, Ana, Inês, Manuel, Marta, Golgona, David, Diogo: Poetas como nós Por Paulo Moura E ainda: Em busca da América Perdida Dana Spiotta, 47 anos, reconstitui na escrita não apenas o seu universo pessoal como o de um país que, diz, está a ficar reaccionário. Em Destruir a Prova, que acaba […]