Já se pode votar na Palavra do Ano 2013

As dez palavras vão estar a votação no site www.portoeditora.pt/palavradoano até 31 de dezembro. A palavra vencedora será anunciada a 3 de janeiro de 2014, na Biblioteca Municipal José Saramago, em Loures.

As dez palavras são:

Bombeiro – Neste verão, os bombeiros portugueses demonstraram uma enorme coragem no combate aos violentos incêndios que destruíram florestas e roubaram vidas.

Coadoção – O projeto-lei que possibilita a coadoção por casais do mesmo sexo, apesar de adiado, tem sido alvo de discussão há vários meses.

Corrida – As corridas entraram na rotina de cada vez mais portugueses, que participam em número crescente nas muitas provas que são organizadas por todo o país.

Grandolada – A grandolada surgiu como uma ação de protesto contra a austeridade e o governo e afirmou-se como tal pela sua originalidade.

Inconstitucional – Os sucessivos chumbos do Tribunal Constitucional a várias medidas apresentadas pelo governo em funções incrementou a frequência do uso desta palavra.

Irrevogável – Foi desta forma que um ministro definiu a sua demissão que, no entanto, não se concretizou.

Papa – É eleito o primeiro Papa latino-americano da história da Igreja católica Romana, o papa Francisco, cujos primeiros meses de papado têm surpreendido.

Piropo – Deve o piropo ser considerado como assédio verbal? Este foi um tema debatido por vários setores da sociedade.

Pós-troika – Com o fim do programa de intervenção previsto para meados de 2014, a grande preocupação da generalidade dos portugueses é o que se passará a seguir.

Swap – Apesar de ser uma palavra estrangeira e da sua especificidade, o vocábulo entrou nas conversas dos portugueses em virtude das notícias sobre esse tipo de contratos.

Esta entrada foi publicada em Concurso, Editoras com os tópicos , . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2013/12/02/ja-se-pode-votar-na-palavra-do-ano-2013/" title="Endereço para Já se pode votar na Palavra do Ano 2013" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário