A Câmara Escura do Vasco


(fotografia roubada descaradamente do Facebook do Vasco Câmara)

Quem ainda não reparou, fica avisado. O jornalista e crítico de cinema do PÚBLICO, Vasco Câmara, tem um blogue que mantém nas horas em que não está com a cabeça enfiada no ípsilon. Chama-se Câmara Escura e é um dos novos blogues do PÚBLICO. Quem não sabe como começou esta aventura do Vasco pelo cinema,vá lá espreitar. Vasco explica: “Foi depois de ter entrado pela casa que Gloria Swanson teve em Sintra, onde vi junto à piscina um animal empalhado, que me deixaram, aqui no PÚBLICO, meter as mãos no cinema. Isto foi no início deste projecto jornalístico. Eu fui um dos 25 estagiários admitidos depois de um curso de meses que começou com 500 candidatos de todo o país. Após a história da estrela dos anos 20 que vinha descansar perto da praia das Maçãs, alguém me disse: ‘Faça as malas, amanhã vai para Cannes’. E fui, no ano do fósforo a arder no ecrã gigante do Palais des Festivals, o ano de ‘Wild at Heart’ de Lynch. Se não fossem os filmes não saberia o que estaria a fazer aqui – e isso é verdade para o bigger picture: sem os filmes não saberia o que fazer.”
Siga-o em http://blogues.publico.pt/camaraescura/

Esta entrada foi publicada em Internet, Ípsilon com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2012/09/20/a-camara-escura-do-vasco/" title="Endereço para A Câmara Escura do Vasco" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário