A Câmara Escura do Vasco


(fotografia roubada descarada­mente do Face­book do Vasco Câmara)

Quem ainda não reparou, fica avisado. O jor­nal­ista e crítico de cin­ema do PÚBLICO, Vasco Câmara, tem um blogue que man­tém nas horas em que não está com a cabeça enfi­ada no ípsilon. Chama-se Câmara Escura e é um dos novos blogues do PÚBLICO. Quem não sabe como começou esta aven­tura do Vasco pelo cinema,vá lá espre­itar. Vasco explica: “Foi depois de ter entrado pela casa que Glo­ria Swan­son teve em Sin­tra, onde vi junto à piscina um ani­mal empal­hado, que me deixaram, aqui no PÚBLICO, meter as mãos no cin­ema. Isto foi no iní­cio deste pro­jecto jor­nalís­tico. Eu fui um dos 25 estag­iários admi­ti­dos depois de um curso de meses que começou com 500 can­didatos de todo o país. Após a história da estrela dos anos 20 que vinha des­cansar perto da praia das Maçãs, alguém me disse: ‘Faça as malas, amanhã vai para Cannes’. E fui, no ano do fós­foro a arder no ecrã gigante do Palais des Fes­ti­vals, o ano de ‘Wild at Heart’ de Lynch. Se não fos­sem os filmes não saberia o que estaria a fazer aqui – e isso é ver­dade para o big­ger pic­ture: sem os filmes não saberia o que fazer.“
Siga-o em http://blogues.publico.pt/camaraescura/

Esta entrada foi publicada em Internet, Ípsilon com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2012/09/20/a-camara-escura-do-vasco/" title="Endereço para A Câmara Escura do Vasco" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário