Gonçalo Bulhosa regressa à Oficina do Livro


(fotografia retirada do blogue Pó dos Livros)

O editor Gonçalo Bulhosa, que foi responsável pelo lançamento de Margarida Rebelo Pinto e do primeiro romance de Miguel Sousa Tavares, regressa à editora que co-fundou, a Oficina do Livro. Começa a trabalhar no Grupo Leya segunda-feira onde substituirá o editor Marcelo Teixeira, que abandonou o grupo.
Gonçalo Bulhosa, que foi em 1999 um dos fundadores da editora Oficina do Livro, agora integrada no Grupo LeYa, assume a partir de segunda-feira funções como editor daquela chancela livreira, divulgou nesta quinta-feira a agência Lusa.
Fonte da administração da Leya confirmou à Lusa que o editor que, através da Oficina do Livro, “lançou vários autores e títulos que marcaram o panorama editorial nacional”, irá agora ocupar o cargo que até esta semana era ocupado por Marcelo Teixeira, que deixou o grupo. A Oficina do Livro é a editora de Miguel Sousa Tavares.
Gonçalo Bulhosa lançou o primeiro romance de Margarida Rebelo Pinto, o best-seller “Sei Lá”, quando estava na editora Difel e também Junot Diaz, Prémio Pulitzer para a Ficção 2008, quando o autor ainda não era conhecido.
Continuar a ler a partir daqui.

Esta entrada foi publicada em Livros com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2012/02/03/goncalo-bulhosa-regressa-a-oficina-do-livro/" title="Endereço para Gonçalo Bulhosa regressa à Oficina do Livro" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário