599Poemas, poesia para iPhone e iPod Touch

A aplicação 599Poemas reúne o trabalho de 15 poetas clássicos e de 15 poetas contemporâneos portugueses.Está disponível desde o final da semana passada para iPhone e iPod Touch. Foi criada pelo João Pedro Pereira, meu colega no jornal PÚBLICO, jornalista especializado em novas tecnologias que no passado criou uma editora de ebooks (projecto Sinapses, uma editora portuguesa de ebooks gratuitos).
“É a minha primeira incursão no mundo das aplicações para iPhone e (como alguns se lembrarão) a segunda no mundo da publicação literária digital. Críticas são bem-vindas (e as críticas positivas até podem ser deixadas na página da aplicação; a gerência agradece)”, conta João Pedro Pereira no email que me mandou.
Os poetas estão divididos entre “Clássicos” e “Novos”. E podemos ler poemas de Alberto Caeiro, Almeida Garrett, Álvaro de Campos, Antero de Quental, António Nobre, Bocage, Camilo Pessanha, Camilo Castelo Branco, Camões, Cesário Verde, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Mário de Sá Carneiro, Ricardo Reis e Sá de Miranda. 
Mas também “Novos” com poemas inéditos de A. Pedro Ribeiro, Jorge Pimenta, José-Alberto Marques, Laura Alberto. Luís Felício, Maria João Cantinho, Maria Quintans, Maria Sousa, Minês Castanheira, Nuno Brito, Rui Almeida e Sílvio Mendes.

É possível ler alguns dos poemas e ter um vislumbre da aplicação nesta
página: 599Poemas-Poesia para iPhone http://folhear.com/poesia/
A aplicação pode ser comprada e descarregada a partir da loja da
Apple (http://itunes.apple.com/pt/app/599poemas/id491598757?ls=1&mt=8)

Deixar um comentário