Mesa-redonda com escritores, hoje, no Colóquio “A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura” em Lisboa

O colóquio internacional “A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura. Uma (re)visão da literatura portuguesa das origens à contemporaneidade” continua hoje e amanhã na Faculdade de Letras de Lisboa – Anfiteatro III. A entrada é livre

6 de Dezembro
09h30 – 10h55

Virgínia Soares Pereira (Univ. Minho) ­— O mito de Ceres em Feliciano e em Júlio de Castilho: Uma dupla (re)visitação

Ricardo Nobre (Univ. Aberta) — «Já Safo não seria!…»: figurações de Safo na poesia romântica portuguesa

J. Filipe Ressurreição (Univ. Lisboa) — O trágico na construção de um romance: caso de O Regicida, de Camilo Castelo Branco

11h10-12h35

Paula Morão (Univ. Lisboa) — Poetas portugueses de oitocentos na senda dos clássicos

Fátima Freitas Morna (Univ. Lisboa) — Um deserto exílio ou Narciso em tempo de Orpheu

Pedro Braga Falcão (Univ. Católica Lisboa) — Horácio revisitado: o silêncio e a música de Ricardo Reis

14h00-15h25

Manuel Ramos (Univ. Porto) — Miguel Torga: a via do mito

Maria do Céu Fialho (Univ. Coimbra) — Vergílio Ferreira e a Antiguidade Clássica

António Manuel Ferreira (Univ. Aveiro) — Ao contrário de Ulisses: Rui Knopfli

15h40-17h30

Ana Filipa Silva (Univ. Lisboa) ­— Divindades recriadas: ecos da cultura grega na poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen

Ana Alexandra Alves de Sousa (Univ. Lisboa) — Mulheres gregas na poesia de Sophia

Jorge Deserto (Univ. Porto) — A cortina das palavras em Anfitrião outra vez, de Augusto Abelaira

Tatiana Faia (Univ. Lisboa) — Eidôla em Micenas: «Uma Limonada em Micenas» e «O Lugar dos Mortos» de Agustina Bessa-Luís

17h40 — Mesa-Redonda com

Hélia Correia

Lídia Jorge (a confirmar)

José Mário Silva

Manuel Alegre

Mário de Carvalho

Vasco Graça Moura

7 de Dezembro
09h30-10h30

José Ribeiro Ferreira (Univ. Coimbra) — Cassandra e Electra na poesia contemporânea: alguns exemplos

Teresa Carvalho (Univ. Coimbra) — Presenças clássicas na poesia de Vasco Graça Moura: da reverência à contrafacção irónica

10h45-11h45

Maria Cristina de Castro-Maia de Sousa Pimentel (Univ. Lisboa) — José Miguel Silva e José Mário Silva

Ana Sofia Albuquerque e Aguilar (Univ. Lisboa) — Bloom teve «os Gregos como antepassados, e isso nota-se»

12h00 — Sessão de Encerramento

Arnaldo do Espírito Santo (Univ. Lisboa)

Maria Helena da Rocha Pereira (Univ. Coimbra)

Entrada livre

Deixar um comentário