Hoje à noite é anunciado o vencedor do Prémio Literário Fernando Namora/Estoril Sol 2011



(o romance premiado na edição do prémio do ano passado)

O vencedor do Prémio Literário Fernando Namora/Estoril Sol 2011, ao qual se candidataram meia centena de romances publicados o ano passado, é conhecido hoje à noite. Pela primeira vez na história deste prémio, no valor de 25 mil euros, o júri divulgou os cinco finalistas: Gonçalo M. Tavares, Hélia Correia, João Tordo, Pedro Rosa Mendes e Valter Hugo Mãe. Constituem a “short-list” os romances “A Máquina de Fazer Espanhóis”, de Valter Hugo Mãe, “Uma Viagem à Índia”, de Gonçalo M. Tavares, “Adoecer”, de Hélia Correia, “O Bom Inverno”, de João Tordo, e “Peregrinação de Enmanuel Jhesus”, de Pedro Rosa Mendes.
O vencedor do Prémio Fernando Namora/Estoril Sol do ano passado foi “Ilusão (ou o que quiserem)”, de Luísa Costa Gomes, que assinalou o regresso da escritora ao romance, dez anos depois de “Educação para a tristeza”. O prémio de 2010 será entregue à autora, segunda-feira, pelo Presidente da República, Cavaco Silva.
O escritor Vasco Graça Moura preside o júri do qual fazem parte ainda Guilherme d’Oliveira Martins, em representação do Centro Nacional de Cultura; José Manuel Mendes, pela Associação Portuguesa de Escritores; Manuel Frias Martins, pela Associação Portuguesa dos Críticos Literários; Maria Carlos Gil Loureiro, pela Direção Geral do Livro e das Bibliotecas; Maria Alzira Seixo e Liberto Cruz, convidados a título individual, e ainda Nuno Lima de Carvalho e Dinis de Abreu, pela Estoril.

Deixar um comentário