Livros na Internet


Ciberescritas

Isabel.Coutinho@publico.pt

Há algumas semanas vários autores acordaram para a realidade. Um “site” na Internet, o Scribd, tinha disponíveis para descarregar na íntegra livros que ainda estão ao abrigo de direitos de autor. O jornal “New York Times” publicou um artigo, a 11 de Maio, em que a autora Ursula K. Le Guin contava que andava a navegar na Internet quando descobriu que era possível descarregar do “site” Scribd livros seus. Eram versões piratas. Nem ela, nem os seus editores tinham dado autorização para que isso acontecesse.
Outros sítios como o Wattpad – que também serve para partilha de documentos e que tem como lema “lê o que gostas, partilha o que escreves” – têm disponíveis livros recentes. Numa busca que fiz esta semana encontrei pelo menos dois livros de J. K. Rowling em português.
É verdade que não foram estes “sites” que disponibilizaram para toda a gente as edições piratas. Quer o Scribd quer o Wattpad permitem aos seus utilizadores (para se utilizar é necessário fazer uma inscrição, é grátis e basta dar um endereço de correio electrónico) que façam “uploads” de documentos e de e-Books. E por vezes o que é enviado para lá não é legal.
No estrangeiro as editoras já têm pessoas a pesquisar constantemente a Internet à procura de cópias ilegais. E os responsáveis da Scribd disseram ao “The New York Times” que sempre que são informados de que lá existe uma cópia ilegal ela é imediatamente retirada. E têm agora um sistema de filtragem que os ajuda a perceber se o livro que está a ser enviado para o Scribd tem “copyright” ou não.
Também não deixa de ser verdade que os livros que mais se encontram disponíveis em cópias piratas são os best-sellers que continuam a vender nas livrarias sem parar. É nisso que acredita o escritor Paulo Coelho, cujo exemplo já aqui demos várias vezes por causa do seu Pirate Coelho.
O escritor brasileiro utiliza todas as ferramentas à sua disposição e no início deste mês disponibilizou e publicou no Feedbooks dois dos seus livros: “The Way of the Bow/O Caminho do Arco” em inglês, português, italiano, espanhol e alemão e “Stories for Parents, Children and Grandchildren” em inglês (volume 1 e 2). A partir deste “site” é possível descarregar estes livros gratuitamente em vários formatos electrónicos (ePub, PDF, Mobipocket/kindle, Sony Reader, iLiad).
Esta semana, na segunda-feira, a Scribd anunciou que vai entrar na mercado dos e-Books. Vai passar a deixar que os seus utilizadores vendam edições digitais online pelo preço que definirem. O “site” fica com 20% dos lucros, se os houver. As editoras independentes Lonely Planet, O’Reilly Media e Berrett-Koehler já afirmaram disponibilizar o seu catálogo completo de livros na Scribd Store. Outras ainda estão renitentes mas para a semana começa em Nova Iorque a Book Expo America e todos estes assuntos serão certamente ali discutidos.

Scribd
http://www.scribd.com/

Loja da Scribd
http://www.scribd.com/store/

Wattpad
http://www.wattpad.com/welcome

Feedbooks
http://feedbooks.com/

(crónica publicada no suplemento Ípsilon de 22 de Maio)

Esta entrada foi publicada em Ciberescritas, Ípsilon com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2009/05/26/livros-na-internet/" title="Endereço para Livros na Internet" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário