Do kindle ao telemóvel

Ciberescritas


Isabel.Coutinho@publico.pt

Mas que agitação. O Google anunciou recentemente uma versão do Google Book Search para funcionar em telemóveis. Já não é necessário estar em frente ao ecrã de um computador para se fazer uma pesquisa no Google Books ou para se ler uma obra literária, livre de direitos de autor e que faça parte das obras já digitalizadas pelo Google. Agora basta ter nas nossas mãos um telemóvel que permita navegação na Internet.
Com esta nova versão do motor de pesquisa de livros do Google podemos ler no telemóvel um milhão e meio de livros (se estivermos a fazê-lo nos Estados Unidos) e uns 500 mil fora dos EUA (isto porque as regras dos direitos de autor não são as mesmas na América e na Europa).
Estes livros electrónicos (de domínio público) poderão ser lidos em aparelhos multifunções como o iPhone, da Apple, ou o seu concorrente G1, da T-Mobile, telemóvel que utiliza o sistema operativo do Google, o Android.
Para aceder a estes livros é necessário colocar o endereço web (http://books.google.com/m) no browser do telemóvel e depois clicar no livro que se quer ler. A leitura será optimizada para ser feita num ecrã pequeno.
Experimentei ler o “Oliver Twist” no iPhone através do Google Book Search e não fiquei muito convencida. Para mim é muito melhor ler livros neste modelo de telemóvel com a ajuda de qualquer outra aplicação disponível – como Stanza ou Classics – que permite que a leitura dos livros seja feita página a página, virando uma de cada vez, com o arrastar de um dedo.
No início desta semana a Amazon.com apresentou o Kindle 2, o novo modelo do leitor de livros electrónicos que a livraria online lançou em Novembro de 2007.
O Kindle 2 tem menos de um centímetro de espessura (0,91cm) e pesa 280 gramas. Os 2 GB de memória dão para transportar mais de 1500 livros, traz o dicionário “New Oxford American” incorporado, tem uma função de “text-to-speech” (o aparelho lê os livros através de um programa de reconhecimento de texto e pode-se escolher a voz, masculina ou feminina) e ainda permite que se façam anotações nos livros. Continua a descarregar livros em 60 segundos através da rede 3G e a permitir a leitura de alguns jornais e blogues. Mas só pode ser enviado para uma morada nos Estados Unidos.
Por agora ainda não se sabe mais nada sobre outras movimentações da Amazon para a Europa, a única coisa que se sabe é que estão agora a pensar em tornar acessíveis em telemóveis os seus livros em formato Kindle. Pelo menos foi isto que Drew Herdener, porta-voz da Amazon, disse ao “The New York Times”. E embora não tivesse sido referido na conferência de imprensa está escrito no press-release que o “Kindle 2 também vai poder ser sincronizado com uma série de dispositivos portáteis no futuro”. O que poderá querer significar que as pessoas poderão começar a ler um livro no Kindle e acabar de lê-lo por exemplo num iPhone. Pelo menos é isso que pensam os especialistas que a “Computorworld” ouviu.
Por cá tem havido um grande sururu à volta do leitor de eBooks que a Pixmania.com está a vender: o Beebook, que custa 329 euros. “Pequeno como um livro de bolso, permite-lhe transportar entre 1000 e 4000 livros, jornais, documentos de trabalho ou suportes áudio. O Beebook é capaz de ler formatos diversos como o pdf, doc, txt, html, djvu, chm, fb2, wolf, mp3, png, tiff, gif, jpg e bmp”, explicam. Vem com uma oferta de 50 E-books em francês e 100 E-books em inglês. E parece que o mercado está mesmo a mudar, também já se pode comprar por cá (também através da Pixmania.com) o Sony Electronic Ebook Reader PRS-505/LC por 327 euros.

Google Books Search para telemóveis
http://books.google.com/m

Blogue do Google Book Search
http://booksearch.blogspot.com/2009/02/15-million-books-in-your-pocket.html

Amazon.com
http://www.amazon.com/

Computerworld
http://www.computerworld.com/

Pixmania

http://www.pixmania.com/pt/pt/home.html

(Crónica publicada no suplemento ípsilon de 13 de Fevereiro de 2009).

Esta entrada foi publicada em Ciberescritas, Ípsilon com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2009/02/17/do-kindle-ao-telemovel/" title="Endereço para Do kindle ao telemóvel" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário