A revista Colóquio-Letras tem novo director

Nuno Júdice é o novo director da Revista Colóquio-Letras na sequência da decisão do Conselho de Administração da Fundação Gulbenkian de nomear uma nova direcção e um conselho editorial para a revista, de modo a garantir a sua publicação regular e os compromissos assumidos perante o público e os assinantes. Isto lê-se no comunicado enviado à imprensa pela Fundação Gulbenkian.
O conselho editorial da Colóquio-Letras será presidido por Eduardo Lourenço.

Esta entrada foi publicada em Revista com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2008/12/19/a-revista-coloquio-letras-tem-novo-director/" title="Endereço para A revista Colóquio-Letras tem novo director" rel="bookmark">endereço permamente.

Um comentário a A revista Colóquio-Letras tem novo director

  1. Tenho acompanhado com muito interesse a polémica referente à situação de Joana Varela na FCG e na Colóquio.
    O reconhecido mérito visual e o rigor de edição da revista não são discutíveis, mas parece-me também evidente o seu relativo anacronismo.
    Não vou juntar polémica ao muito público comentário à arrogância intelectual da Directora e sua equipa, apenas me pergunto o que se pretendia exactamente com esta publicação.
    A quem serve uma revista que sai com três ou mais anos de desfasamento editorial?
    Por outro lado, o seu modelo estrutural também sempre me pareceu ser um hesitante compromisso entre a revista convencional de letras e a memória de arquivo canónico. A isto, o projecto de digitalização recentemente anunciado parece aduzir mais uma visão conflitual nesta escolha.
    Pretendia JV eternizar-se no lugar? Por que razão e com que legitimidade? JV devia ter saído pelo seu pé.

    ME

Deixar um comentário