Tome nota

“Sou um conservador, um botânico e um velho. Até como botânico sou conservador, reservando sempre o mesmo espaço para as begónias – que me lembram Júlio Diniz e Uma Família Inglesa – e o mesmo enlevo para os hibiscos. A velha casa de Moledo, onde a família passa os domingos e, episodicamente, os finais de semana, não acolhe memórias de um século; alberga apenas a poeira de oitenta e quatro anos assinalados, religiosamente, em Dezembro de cada ano e anunciados à família como um avanço na conservação da espécie.”

Na próxima semana o Dr. António Sousa Homem deixará Moledo e estará em Lisboa para, na quarta-feira, 25, às 18h30, na Livraria Pó dos Livros, lançar o seu livro Os Males da Existência. Crónicas de um Reaccionário Minhoto. A apresentação estará a cargo de Maria Filomena Mónica.

(Tentarei estar lá para ver como é que eles se safam disto…)

Esta entrada foi publicada em Agenda, Livros com os tópicos . Guarde o href="http://blogues.publico.pt/ciberescritas/2008/06/20/tome-nota-2/" title="Endereço para Tome nota" rel="bookmark">endereço permamente.

Deixar um comentário