Ações de Manutenção do Ninho Sebastião e Bia

Os ninhos de aves de grande porte, como é o caso da cegonha-branca (Ciconia ciconia) atingem por vezes grandes dimensões, como resultado da acumulação sucessiva de material que é utilizado para a construção e arranjo do ninho pelo casal que o ocupa ano após ano.

Este aumento progressivo do volume dos ninhos, em particular em intraestruturas humanas, como os postes de eletricidade, pode representar um risco de impacte pelo perigo de colapso do próprio ninho, quando o mesmo se torna demasiado instável. Este impacto pode ser nocivo para o sucesso reprodutor das cegonhas devido a acidentes (pondo em risco as ninhadas), mas o colapso dos ninhos pode ainda levar a danos em edifícios humanos ou a curto-circuitos elétricos.

Nos últimos tempos esta foi uma situação que foi identificada no ninho que temos vindo a acompanhar através do Cegonhas na Web, no ninho seguido pela câmara1 – “Sebastião e Bia”. Foram identificados dois aspetos que colocavam em risco a segurança do ninho em questão (tal como se pode observar na figura abaixo):

  • Desnível da plataforma;
  • Volume excessivo do ninho.

Ninho_Seb&Bia_PreIntervencao2

Assim, durante a última semana de Janeiro realizou-se a gestão e manutenção do ninho, no sentido de contribuir para a conservação do mesmo e retomar as condições de segurança do casal de cegonhas-brancas conhecidas como Sebastião e Bia.

Procedeu-se ao reforço da plataforma onde o ninho assenta atualmente, bem como ao desbaste do ninho. Esta ação, com o objetivo de reduzir o excessivo volume do ninho (os ninhos de grandes dimensões podem pesar várias centenas de quilos!), consistiu na remoção do excesso de ramos que se encontravam na lateral, bem como da limpeza do lixo dentro do ninho e ainda na redução geral do volume da estrutura, através da remoção da base do ninho, tal como se pode ver na figura abaixo. Salvaguardou-se o topo original do ninho, no sentido de promover as melhores condições em termos da utilização por parte do casal de cegonhas-brancas que o ocupa.

As ações de conservação deste ninho foram realizadas no mês de Janeiro, antes do início da época de reprodução desta espécie (tipicamente em Março), de modo a evitar a perturbação ou a comprometer eventuais ninhadas durante esse período critico.

Sabemos que as cegonhas têm uma rápida capacidade de adaptação, pelo que esperamos que nos próximos tempos o casal Bia e Sebastião ande bastante atarefado a compor e a arranjar o ninho, para que este esteja nas melhores condições para a deposição das posturas. E agora em maior segurança!

Ninho_Seb&Bia_PosIntervencao2

Joana Santos, Bioinsight

Um comentário a Ações de Manutenção do Ninho Sebastião e Bia

Responder a Raffaella Cancelar resposta

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>