Woody filma no chuveiro

A abertura é à la Querido Diário, de Nanni Moretti, embora nada no  cinema de Woody Allen tenha habitualmente a ver com essa durée, com esse abandono sensual. Desagua depois – o polícia sinaleiro que nos diz que Roma é uma cidade de muitas histórias, antes do filme começar a contá-las – numa daquelas disponibilidades para o […]