Os Maias, efeitos culturais

Até há uma espécie de compère de revista, João da Ega/Pedro Inês, de cuja audácia o filme se aproveita (mais do que) o necessário para confortar as expectativas do espectador. João Botelho instala-se no território do “cinema de prestígio”: os telões pintados em background são pequenos acontecimentos em si, “efeitos culturais”. Os Maias está longe […]