Apocalipse

Um dos mais mal amados filmes de Oliveira é A Caixa (1994), baseado na obra de Prista Monteiro. Teatro do absurdo enjaulado em escadinhas lisboetas (um cenário “natural” tornado palco e artifício), a família como viveiro de espécies carnívoras – e Beatriz Batarda de uma severidade e de uma amargura castigadoras. A espaços, O Gebo […]