Sergei Loznitsa: lost highway

Em Cannes 2010, Sergei Loznitsa meteu o espectador no lugar do camionista em My Joy; meteu-o no terror das fábulas, onde a brutalidade é ancestral. Foi um solavanco essa estrada para sítio nenhum: se se recordam, uma direcção errada fazia alguém perder a memória, ser violentado, condenado a errar pelas profundezas de uma estrutura mental: […]