Kim Novak, o filme total

Explicou a Hitchcock que não estava confortável com o fato cinzento e os sapatos pretos de Vertigo – sendo loura, algo “de etéreo”, os sapatos fixavam-na ao chão. Hitch ouviu-a e mandou que calçasse os sapatos pretos. Ela percebeu: era o que iria receber do realizador como indicação sobre a personagem desse filme que regressa às salas em cópia digital. É bom ouvir, nesta entrevista com quem viveu duas vezes, que a voz continua a abrir possibilidades de fantasia e de dor.

http://jornal.publico.pt/noticia/21-12-2012/kim-novak-o-filme-total-25769864.htm

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>