Denis, Lon e Peter

Se Denis Lavant não tivesse querido participar em “Holy Motors”, Carax, disse, sentir-se-ia obrigado a ir falar com Lon Chaney (1883-1930)

e Peter Lorre (1904-1964).

Uma linhagem de corpos já extinta

 

Deixar um comentário

O seu email nunca será publicado ou partilhado.Os campos obrigatórios estão assinalados *

Podes usar estas tags e atributos de HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>