Ano Grande Brasil

Brasil

  • O bloco negro no pelotão da frente

    Não há como não serem o centro das atenções. Máscaras a cobrirem o rosto, lenços que transformam o nariz e a boca num esgar de caveira, protecções contra o gás lacrimogénio penduradas ao pescoço. Eles são os anarquistas do Black Bloc, os que seguem sempre no pelotão da frente nas manifestações contra o Governo brasileiro, os políticos e o despesismo da Copa, e por mais investimento em saúde, casa e educação – como a que aconteceu sábado em São Paulo.

    manif10

    O alvo deles é a polícia, mas quando a violência rebenta –e mais cedo ou mais tarde, ela acaba por rebentar – não olham para os jornalistas que estão no meio (a polícia também não). Aliás, não gostam da imprensa tradicional e têm a sua própria, a Mídia Ninja. Um deles, enorme, parece o Exterminador Implacável, de fato com protecções de borracha e capacete negro com a palavra “imprensa” escrita a letras brancas.

    manif09

    Estão ali para enfrentar a polícia – e é isso que acaba sempre por acontecer. Como uma coreografia bem ensaiada, a manifestação caminha desde o início para o momento culminante: o confronto violento. Aí, sai de cena quem não é de cena. O palco é todo para a tropa de choque e os Black Blocs.

    manif08

Comentários

Deixar resposta Cancelar resposta

Esta zona de comentários não faz parte do sistema de reputação do PÚBLICO

  1. Eli Simioni

    JHahaha obrigado pela foto minha (O Fotografo da Imprensa ;p )
    Sou do GAPP – Grupo de Apoio ao Protesto Popular, Socorrista e Fotografo
    Freelancer e Publicitário.